Muitas pessoas consideram o ciúme o tempero da paixão, afinal, quando você gosta e se importa com uma pessoa, você deseja cuidá-la, e o que é o ciúme se não uma forma de cuidado?

A verdade é que todas as pessoas sentem ciúme, em maior ou menor quantidade, e tudo bem, ele faz parte dos relacionamentos. O problema é quando passa da conta, quando a pessoa passa a ter um ciúme excessivo.

É normal sentir ciúmes de quem se gosta, ter medo de perder, sentir saudades quando se está longe, isso tudo faz parte de se estar apaixonado, de amar outra pessoa. Agora quando esse ciúme se torna exagerado, se transforma em um ciúme excessivo, prejudica o relacionamento e acaba por machucar os dois envolvidos.

Mas como saber se tenho ciúme excessivo?

Sentir ciúme de seu parceiro é algo totalmente normal, porém, algumas pessoas sentem tanto ciúme e medo de perder a pessoa amada, que passam a querer controlar o parceiro, saber onde está, com quem está conversando, o que está fazendo a todo o momento, a pessoa deixa de viver a própria vida para poder controlar a do outro.

Ela controla os passos da pessoa amada; vasculha redes sociais, o que a pessoa curtiu, quer saber o motivo de ter curtido, se está online, a razão de estar online em determinado horário; controla o WhatsApp e o e-mail do companheiro para saber com quem a pessoa conversa.

Existem algumas pessoas que chegam ao extremo de pegar o aparelho celular do companheiro quando ele dorme ou vai ao banheiro apenas para poder controlá-lo, e se enfurecem quando encontram conversas com pessoas que não conhecem.

Cheiram as roupas do outro para ver se sentem um perfume diferente e isso tudo acaba gerando brigas e desgastes desnecessários, o que vai destruindo o relacionamento aos poucos. Esses são alguns dos sinais de que a pessoa possui ciúme excessivo.

Como controlar o ciúme excessivo?

 

O ciúme é motivado por insegurança e baixa autoestima por parte do ciumento, isso tem mais relação com a pessoa que sente ciúme do que com o relacionamento em si e com o seu companheiro.

Converse com seu parceiro, mantenha sempre um bom diálogo, fale sobre tudo, aquilo que te entristece, que te alegra, sobre como você se sente com determinadas situações, vocês precisam se sentir confiantes, confiar um no outro e se sentirem bem, seguros por estar com a outra pessoa, o diálogo sempre é o melhor caminho.

Conversem sobre a rotina, sobre o trabalho e sobre o dia a dia, um do outro, desse modo, ambos vão se sentir presentes na vida do parceiro e a insegurança tende a diminuir.

Caso você note que seu parceiro sofre com ciúme excessivo, não o incentive, muitas pessoas para evitar mais brigas acabam cedendo, permitindo que o outro veja seu celular, tenha acesso as suas senhas das redes sociais e isso só incentiva a outra pessoa a continuar fazendo e a tendência é se tornar cada vez pior, mais possessivo.