Esse vídeo não foi fácil de gravar porque expus certo defeito que eu tinha, mas acredito que vai te ser útil porque você pode resolver os problemas da sua vida também!

Em muitos trabalhos de Coaching, eu descobri que o meu motor é a Valorização.

Ou seja, se eu sentia que estava sendo valorizado eu fazia tudo por essa pessoa.

Agora, se eu sentisse cheiro de desvalorização, aquilo acabava comigo…

Eu perdia o controle!

Só para ter uma noção de como era, eu te conto um exemplo:

Eu tenho um casal de amigos, os quais eu valorizo demais. De tal maneira que qualquer coisa que eles me pedissem eu parava o que estava fazendo e fazia aquilo que eles precisavam.

Até que um dia que eu precisei da ajuda deles pedi pra que eles viessem num horário estipulado para gravar um vídeo que eu estava precisando, por conta da mãe dele, ele me pediu pra que eu adiasse nosso compromisso, pediu pra adiar uma, duas, três vezes…

Digamos que eu não escutei que ele estava atendendo à mãe Mas sim que eu não estava sendo valorizado.

Eu fiquei tão irritado que considerei a possibilidade de não ir ao casamento deles sendo que eu era o padrinho!

Isso aconteceu em outros momentos da minha vida e eu fui consultar a minha coach explicando que eu estava me afastando de amigos estava perdendo o controle, porque estava acontecendo isso sempre!

E assim começamos a trabalhar em cima disso.

Até que descobrimos a origem: Eu lembrei que quando eu era criança,

Meu pai me levou àquelas casas de festa infantis e tinha decoração de tudo que era tipo e eu escolhi pro meu aniversário a de pirata eu me senti extremamente especial com toda a atenção e presentes que recebi…

Até que chegou minha irmã e eu nunca mais tive um aniversário daqueles.

Depois daquele dia, todos os meus aniversários eu me sentia deprimido e não sabia o porquê.

A partir daí comecei a trabalhar em cima disso.

Um abraço apertado,

Pablo Tuffano.